Educação intercultural: aprender com os povos originários do Sul e decolonizar a educação

Educação intercultural: aprender com os povos originários do Sul e decolonizar a educação 

Intercultural education: learning from Southern Indigenous Peoples to decolonize education

O projeto visa estudar as cosmovisões de povos originários do hemisfério sul, relacionadas com a concepção de “bem-viver”, em suas implicações decoloniais e não-coloniais para a construção de políticas de sustentabilidade, bem como de propostas e práticas inovadoras de educação intercultural e inclusiva. Alavancado pela rede de cooperação científica intercultural e internacional construída ao longo das últimas duas décadas, contando com o apoio institucional do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH/UFSC) e do Griffith Institute for Educational Research (GIER), a presente proposta está sendo erigida como um processo sociopoético de pesquisa, congregando em rede pesquisadoras e pesquisadores, bem como mediadoras e mediadores interculturais ligados a povos originários do Brasil, América Latina, Austrália e África. Estudos de revisão bibliográfica permitirão fundamentar os processos de pesquisa em cooperação com os diferentes parceiros e interlocutores, bem como as entrevistas com mediadores interculturais e movimentos organizados de povos originários, atividades estas  que serão compartilhadas mediante intercâmbio interinstitucional ou seminários presenciais e virtuais. Os resultados do processo de pesquisa serão veiculados mediante publicações científicas e  produtos de divulgação em rede virtual, contribuindo para o avanço das pesquisas relacionadas com a interculturalidade crítica na área de educação, para a cooperação cientifica interinstitucional e internacional, para o estreitamento da interação entre universidades e movimentos sociais de povos originários, bem como para a construção de políticas interculturais de sustentabilidade e de práticas que fomentem a integração e empoderamento das culturas e povos originários.

Palavras Chave: Bem-viver, educação intercultural, sustentabilidade, decolonialidade, indígenas, educação inclusiva

Disponível em: EducaçaoItercultural2018

Vigência do Projeto Março de 2018 a fevereiro de 2022

Coordenador do Projeto: Reinaldo Matias Fleuri

Instituição Executora: UFSC/PPGICH

Equipe